terça-feira, 20 de janeiro de 2015

Estou cansada

Estou cansada:

- Desse feminismo que trata os homens como “estupradores em potencial” , “inimigos”, etc. Há homens dispostos a nos tratar com respeito e a entender o feminismo. Não, não é necessariamente roubo de protagonismo. Na maioria das vezes, os caras querem entender mesmo. Porque querem entender a gente. Porque querem ser pessoas melhores. Porque são solidários. Tem muito carinha legal, sério. 

- Desse feminismo branco de classe média, que desrespeita e desconsidera a luta de mulheres do campo e operárias que muitas vezes nem usam o termo feminismo, mas agem com muito mais sororidade e lutam muito mais do que muita preguiçosa que passa o dia todo no Facebook e nem lava o próprio banheiro. Cansada desse feminismo branco de classe média que acha que só existe uma forma de lutar e uma forma de viver.

- Dessa militância de esquerda progressista que desconsidera o conhecimento científico. Cansada de “intelectual” que acredita em astrologia e que deixa se seduzir por pseudociências em geral (aquecimento global não existe, tarô, homeopatia, etc).

- De homens que apresentam um discurso feminista e progressista, mas na intimidade reproduzem pensamentos e opiniões machistas.

- Cansada de pessoas que colocam sempre a culpa no outro ou em qualquer agente externo (Governo a alienígenas). Precisamos começar a assumir nossa parcela de culpa nas coisas. 

- Da ditadura do corpo perfeito, das mulheres se submetendo a tratamentos sem fundamento científico e que colocam a saúde em risco para ter o corpo da atriz/modelo/etc da TV

- Cansada dessa ideia idiota de que mulher não pode se interessar por ciência, ficção científica, carros, aviões e outras coisas consideradas “masculinas”. Podemos gostar do que quisermos!

- Cansada também dessas imposições idiota que deram aos homens: não pode chorar, tem que vestir calça comprida no calor de 40°C, tem que ser chefe da família, não pode gostar de cozinhar, não pode ser professor de escolinha, etc

- Cansada de tele-evangelistas que prometem milagres em troca de dinheiro. Cansada! A Reforma Protestante não foi pra isso. Não foi para que hoje as igrejas pentecostais começassem a vender areia e água de Israel ou suor de pregador. Jesus não veio a Terra para que as pessoas vivessem sob esse jugo, como se fosse impossível chegar até Deus. Como se Deus fosse o grande chefão de uma fase difícil de um videogame e várias quests precisam ser concluídas para chegar até ele.

- Por falar em Israel, cansada dessa obcessão doentia pelo país Israel. Coisa de pastor mentiroso, que confunde um povo da Antiguidade com a aberração diplomática que é a existência desse país.  Porque com essa aparente mistureba, lucram com viagens, souvenirs e todo tipo de invencionice. Além disso, esses pastores ficam usando símbolos judaicos em seus cultos, um desrespeito ao Judaismo. Quanto mais tralha para vender e apresentar, mais convincente. Infelizmente o ser humano precisa de amuletos.

- Cansada do jeitinho brasileiro e falo de corrupção diária mesmo. Porque o termo jeitinho brasileiro pode também representar algo bom, como a criatividade do povo em criar soluções para situações difíceis, normalmente para economizar dinheiro ou ganhar uma graninha extra. Como meu tio, que recentemente captou a água da chuva em tonéis com torneiras acopladas por ele. Como esse mesmo tio, que para ganhar um dinheiro extra, aprendeu a fazer trufas e hoje as comercializa.  Já a corrupção diária é parte da hipocrisia de um povo que cobra transparência e honestidade dos políticos, mas rouba sinal da TV a cabo e paga propina para um fiscal.

- Cansada da falta de infraestrutura em todo território brasileiro. As pessoas não conseguem se deslocar pelo nosso território com conforto e segurança. As mercadorias não conseguem ser escoadas através dos portos. Há uma crise hídrica que é ignorada e tratada como algo menor pelo governador do Estado mais populoso do Brasil. Há uma crise energética e uma falta de investimento em energias renováveis e em centrais locais. Falta tudo e as pessoas fingem que não veem.

- Cansada dessa história de tapar o Sol com a peneira. Na cidade de São Paulo, o prefeito simplesmente colocou ciclovias por toda cidade. Seria algo bom, se o transporte público também fosse melhorado.

- Cansada da burrice das pessoas pela internet. Todo dia tem um que critica o bolsa família ou qualquer programa assistencial do governo. E quem critica não sabe como o programa funciona e nem conhece um beneficiado. Sonho com um mundo em que as pessoas se informassem e refletissem antes de dar opinião.

- Cansada de ver que as vidas das pessoas não valem nada, principalmente se a pessoa em questão é pobre e negra. A sociedade marginaliza, o poder público não dá oportunidades e a polícia mata.


Estou cansada de tantas coisas que essa lista poderia crescer indefinidamente. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário