segunda-feira, 20 de outubro de 2014

Eu sonho com um mundo onde as pessoas não pensem linearmente

Eu sonho com um mundo onde as pessoas entendessem que as relações humans não são lineares. Um mundo em que as pessoas tivessem naturalmente a noção de que uma ação não provoca sempre a mesma reação. Assim essas pessoa seriam capazes de rejeitar a desonestidade intelectual que assola o mundo contemporâneo. Neste post vou falar de assuntos um pouco polêmicos. Não concorda comigo? Não precisa acreditar na minha palavra. Apenas peço que você pare de aceitar de mão beijada a palavra de comunidades nas redes sociais. Faça sua própria pesquisa. Alguns comentários deste post foram inspirados nas análises feitas por Malcolm Gladwell em seu livro “David e Golias”.

Muitas coisas na vida se comportam como uma curva na forma de “U” ou “U invertido”. Ou seja, uma mesma ação em condições diferentes pode gerar reações diferentes.

Por exemplo, imagine que você esta sentada(o) em uma mesa em seu restaurante favorito e você esteja morrendo de fome. É uma situação desconfortável (fome). Quando o garçon traz o seu prato predileto de comida e você começa a comer aquela sensação desconfortável passa a diminuir. Até o ponto em que você se sente satizfeita(o). Deveríamos parar ali, mas muitas vezes continuamos a comer e até passamos do limite. De forma que uma nova sensação de desconforto comeca a surgir. A mesma ação, comer, gera resultados diferentes dependendo se você está de barriga vazia ou de barriga cheia. O mundo não é linear.

Existe uma idéia de que no Brasil há muita impunidade e que essa falta de punição seja a causa de tanta violência que presenciamos e que algumas vezes, infelizmente, somos vítimas. Essa idéia de que a impunidade causa violência é uma idéia senso comum. E é uma idéia correta e incorreta ao mesmo tempo. Existem estudos que mostram que os seres humanos estão sempre ponderando os prós e contras de suas ações. Estamos sempre num estado de aposta. Se não há punição, a probabilidade de benefício é alta e a criminalidade aumenta. A medida que a punição aumenta, as pessoas passam a ponderar melhor as consequências de seus atos e a criminalidade diminui. Mas a criminalidade somente diminui até certo ponto. Se a punição passa a ser muito severa, a punição passa a ser percebida como injusta e a criminalidade passa a aumentar novamente. Então temos a curva “U”. Pouca punição gera o mesmo resultado de punição em demasia. O mundo não é linear.

Na minha opinião no Brasil existe impunidade e muita punição ao mesmo tempo. Um dos motivos pelo qual a polícia por vezes nem prende o batedor de carteira é porque nem tem mais lugar pra ladraozinho na cadeia. As cadeias estão super lotadas com gente que praticou crimes muito piores. Mesmo assim, todos os dias vemos notícias de policiares invadindo casas, prendendo e matando pessoas em comunidades pobres. Ao mesmo tempo, 450kg de cocaína são apreendidos em um helicópetero de um senador pouca gente parece se lembrar disso. Você sabe o que deu o processo? Você sabe se alguém foi preso? O meu ponto aqui é que esse sistema de punição só funciona para quem não é tão pobre ao ponto de perder as esperânças e nem é tão rico a ponto de ter um padrinho senador. O mundo não é linear.

Outra idéia senso comum é a idéia de que não se deve dar o peixe, mas sim ensinar a pescar. Novamente é uma ideia correta e incorreta ao mesmo tempo. Nao é a toa que grande parte das empresas que são herdadas vão a falência. Todos conhecemos os mimados que sempre tiveram tudo de mão beijada e quando precisam andar com as próprias pernas simplesmente não são capazes. Não me refiro apenas a bens materiais. Pensem também nos colagas de sala de aula ou nos colegas de trabalho que não querem se esforçar para aprender nada. Por outro lado, o programa Bolsa Família no Brasil tem mostrado resultados positivos. Não estou fazendo propaganda politica aqui. Mas o programa tem rendido bons frutos, ficou famoso internacionalmente, tem o apoio dos especialistas e provou melhorar não só a vida das famílias beneficiadas como também a vida de todos na comunidade. Ou seja, é ruim dar dinheiro para quem já tem o equipamento de pescaria (independência financeira), mas dar dinheiro para quem não tem quase nada torna as pessoas mais livres e todos se beneficiam. As pessoas precisam de um mínimo para poderem conquistar sua independência financeira. O mundo não é linear.

Quando a gente escuta ou lê que algo é diferente daquilo que a gente acreditava ser verdadeiro, é uma sensação desagradável. Mas a verdade é muitas vezes assim, inconveniente. Não é agradável admitir que estamos errados. Mas se agarrar a ideias falsas para evitar o desconforto de admitir o equívoco não traz nada de bom a você ou àqueles ao seu redor. Então antes de julgar uma informação utilizando seus próprios instintos, que provavelmente serão senso comum, tente ler bastante e se informar a respeito do assunto. Não compartilhe idéias lineares, porque o universo não é linear e você é parte dele.




Nenhum comentário:

Postar um comentário