sexta-feira, 3 de janeiro de 2014

Davi, Golias e as Mudanças Climáticas



Recentemente um ilustre do facebook disse que não existe neutralidade na ciência em um sistema capitalista. E mais, ele disse também que muito da produção científica em relação ao aquecimento global tem como principal objetivo o lucro de empresas e não o benefício da sociedade. Mas agora eu peço que você me responda uma pergunta HONESTAMENTE. Vamos supor que o aquecimento global é uma farsa. Qual é a empresa que lucraria muito com esta idéia? E mais importante ainda, essa impresa é mais poderosa do que a indústria do petróleo? Porque não basta que exista um interesse político e econômico. Esse interesse tem que ser mais poderoso do que os interesses de um dos maiores poderes da atualidade, que é a indústria de combustíveis fósseis.

Quer dizer, sempre que uma gerra se desenvolve no Oriente Médio, a primeira coisa que passa pela cabeça de todo mundo é que aquela gerra é motivada pelo interesse no petróleo. Mas quando a ciência faz uma descoberta que ameaça o bem estar da indústria de combustíveis fósseis, por algum motivo mágico a opinião pública fica dividida. Perceba que eu disse opinião pública e não cientistas. Porque entre os cientistas não existe dúvida! A idéia de que os cientistas discordam de que nós humanos estamos causando o aquecimento global é um mito criado pelo lobby de empresas conservadoras. Um estudo recente (clique aqui) mostrou que uma associação de empresas nos EUA (incluindo organizações de advocacia, “think tanks” e associações comerciais) gastam em torno de 1 bilhão de dólares POR ANO tentando negar descobertas científicas e impedir ações de combate às mudanças climáticas. É a mesma estratégia utilizada pela indústrias do tabaco nas décadas de 40 e 50 para negar a relação entre fumo e câncer de pulmão.

Inclusive esta é uma analogia bastante interessante, pois se você perceber que os oceanos são os verderdadeiros pulmões do mundo (e não a Amazônia) então a queima de combustíveis fósseis são os cigarros do mundo. Porque além de aquecer o planeta, o CO2 está deixando os oceanos mais ácidos. O que é prejudicial para a vida nos oceanos e consequentemente para as nossas vidas também.

Existe também a teoria da conspiração que diz que o aquecimento global é uma farsa criada  pelos governos de países ricos para manter o domínio sobre os países em desenvolvimento. Sério mesmo? Quer dizer que hoje em dia, onde muitos dos políticos são meros marionetes nas mãos de grandes conglomerados privados, os governos estão indo de encontro aos interesses das empresas de combustíveis fósseis? Não né! Eu acho que algumas pessoas estão lutando tanto contra as injustiças do mundo que estão perdendo a noção de quem são os seus aliados

A verdade é que o capitalismo tem um papel importante nessa briga sim. Mas o dinheiro está em se negar as mudanças e climáticas e não do lado dos cientistas. Seja qual for o futuro das nossas crianças a comunidade dos cientistas do clima saem desta briga de mão lavadas. Nós vivemos uma batalha diária de Daví e Golias. No Brasil o gigante Golias representa o lobby do petróleo, o lobby dos ruralistas, a desinformação e os incansáveis propagadores de desonestidade intelectual. Então, é no mínimo um insulto dizer que não existe neutralidade na ciência. Principalmente quando esta "falta de neutralidade" é justamente o que os ricos e poderosos querem que vocês acreditem.


2 comentários:

  1. O Wagner me disse que para se analisar a economia deve-se olhar para os países-modelo, aqueles que estão a alguns passos à nossa frente. Na economia, olha-se para o Japão e o vê-se como serão os demais países no futuro. E como é o Japão hoje? Crescimento zero. Esse deve ser o que teme o sistema financeiro mundial. Não apenas ricos e poderosos ou capitalistas ou marxistas, mas o mercado mundial. O que deve ser mais assustador do que crescimento zero? Acho que o consumismo zero... imagina se as pessoas se conscientizam de que não precisam de 15 pares de sapato, nem trocar o celular a cada novo ano, nem de um carro chique?
    Para ver o mercado, olhamos para o Japão.
    Para ver para onde se leva o descaso com o meio ambiente, olhamos para a Ilha de Páscoa. Nosso planeta é finito, ele é uma grande Ilha de Páscoa. Para onde vamos correr quando não houver mais de onde tirar alimento, para onde descartar os gadgets irrecicláveis, por que queimar tanto lixo?
    Mas acho que é por aí mesmo, os que enxergam a realidade são poucos. Os que controlam a informação são poucos. Os que detêm o poder são poucos. E a grande massa não se importa com questões além do Big Brother...
    Resta batalhar a quem tiver de batalhar.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Realmente, essa foi a minha motivacao para participar deste blog. Parar de ser um espectador e tentar fazer algo para combater tanta desonestidade intelectual, injustica e monopolio.

      Excluir